pulgas

Pulgas

São muito pequenas, com uns 3 mm e têm cor avermelhada ou castanha.

Pela forma das suas patas, podem chegar a saltar 18 cm na vertical e 33 cm na horizontal. Podemos vê-las a olho nu, mas às vezes, como se escondem debaixo do pelo, só conseguimos ver uns pontinhos vermelhos que parecem grãos de areia preta que são as suas fezes. As fezes das pulgas contêm muito sangue seco, pelo que se as colocamos em cima de uma folha branca e as molharmos, vemos como aparecem manchas vermelhas.



Ciclo da pulga
(ovos, larvas e pupas)

O ciclo de vida da pulga, em condições típicas do ambiente doméstico, costuma demorar 21 dias a completar-se. O aquecimento das nossas casas proporciona a temperatura e a humidade necessárias para poderem desenvolver-se durante todo o ano.

Por isso há que proteger o nosso animal de estimação com uma pipeta todos os meses, para evitar que as pulgas o piquem e mantermos a nossa casa livre de pulgas e ovos todo o ano. Se só eliminamos as pulgas adultas estamos a descurar uma parte importante do problema das infestações por pulgas: os ovos, larvas e pupas, que não se veem, mas se encontram no ambiente.

Devemos optar por uma pipeta que proteja o nosso lar contra as pulgas imaturas e adultas.

Ovos

Ovos

Cada pulga pode por mais de 25 ovos por dia.
Até 2.000 durante toda a sua vida!


São de cor esbranquiçada e caem do cão contaminando a casa (o chão, os tapetes, a terra do jardim…).

Podemos encontra-los por todos os lugares por onde ande o seu cão. Dependendo da temperatura e humidade, podem demorar entre 1 a 6 dias a eclodir.

larvas

Larvas

Quando o ovo eclode, saem pequenos vermes que são as formas larvares das pulgas.

Alimentam-se de descamações, das fezes das pulgas e de restos de matéria orgânica. Durante as fases do seu desenvolvimento preferem lugares escuros e húmidos.

Escondem-se em todas as fendas e buracos que possamos imaginar. Demoram entre 5 a 11 dias a passar à fase seguinte: a pupas.

pupas

Pupas

Nesta fase, a larva rodeia-se de uma espécie de carapaça totalmente isolada.

Assim, resiste entre 8 a 325 dias até que as condições sejam as adequadas para deixar sair a nova pulga adulta pronta para picar.

Logo que as vibrações e o CO2 lhe indique a presença de um hospedeiro por perto, a nova pulga sairá.
Aspirar é uma excelente forma de diminuir a população de pulgas.

pulga

Pulgas adultas

Quando as pulgas adultas parasitam o cão vão picá-lo para sugar o seu sangue e alimentar-se.

Cada pulga pode ingerir uma quantidade de sangue que equivale até 15 vezes o seu peso! Por isso vemos as suas fezes avermelhadas.

Ao fim de 1 ou 2 dias, as pulgas começam a por ovos. Os ovos não ficam colados ao pelo, caem rapidamente para o ambiente.



Carraças

Carraças

As carraças são simples de se ver, não se movem sobre o animal, alojam-se num lugar onde sugam o sangue continuamente. Mas antes de se começarem a alimentar e a engorgitar, podem ser difíceis de detetar.

Estes parasitas encontram-se nas zonas do cão onde a sua pele é mais fina e apresenta maior irrigação sanguínea: nas orelhas, à volta dos olhos, entre os dedos, na nuca, no pescoço, entre outros lugares.

Ciclo da carraça (ovos, larvas, ninfas, e adultos)

O ciclo de vida das carraças conta com 4 fases de desenvolvimento: ovo, larva, ninfa e adulto. Em condições favoráveis, o ciclo biológico da carraça desenvolve-se em apenas dois meses. As carraças não conseguem saltar. Para alcançar o seu hospedeiro sobem pelas plantas ou ervas e deixam-se cair sobre ele.

Ovos

Ovos

Cada carraça fêmea põe entre 3.000 e 4.000 ovos. Para isso deixa o hospedeiro (o cão).

larvas

Larvas

Logo que os ovos eclodem no ambiente, nascem as larvas, que procuram o cão para alimentar-se do seu sangue.

ninfa

Ninfa

Uma vez que a larva abandona o hospedeiro, muda para transformar-se em ninfa, que também começa a procurar um fornecedor de alimento para parasitar. As ninfas já podem subir um pouco mais, assim podem parasitar animais maiores, como os coelhos. Logo que se tenham alimentado, deixam-se cair para o ambiente para continuarem a evoluir.

garrapata adulta

Carraças adultas

A forma adulta volta a subir para o gato para alimentar-se novamente. As carraças começam a alimentar-se poucas horas depois de terem subido e vão estar a alimentar-se durante vários dias. Em 5 a 7 dias, uma carraça adulta fêmea pode crescer até 4 vezes de tamanho e aumentar umas 100 vezes o seu peso. Além de se alimentar, as formas adultas também acasalam em cima do animal. Depois de 5 a 14 dias, a fêmea abandona o cão, deixando milhares de ovos ao seu redor e começa um novo ciclo.



Flebótomos

Flebótomos

Os flebótomos são insetos difíceis de identificar: são mosquitos de tamanho reduzido (2 a 3 mm de comprimento) com elevada prevalência em Portugal. Os mosquitos não se conseguem ver durante o dia porque permanecem escondidos. Nos últimos anos tem-se falado muito neles por serem transmissores da Leishmaniose, uma doença grave de que falaremos mais abaixo.

Os flebótomos picam sobretudo no exterior, apesar de também se encontrarem no interior das casas. Procuram o alimento graças ao odor do animal que lhes chega através das correntes de ar e voam até ao cão para o picarem.

Ciclo do flebótomo

Ingerir sangue permite-lhes começar a por ovos rapidamente. Os lugares escolhidos para os depositar são locais escuros e com um alto nível de humidade.

Precisam de temperaturas suaves para desenvolver-se e dentro de 4 a 20 dias eclodirão saindo deles uma larva. As larvas alimentam-se da matéria orgânica em decomposição e passam por 4 estádios antes de se tornarem pupas, a fase anterior a converter-se em adultas.

O ciclo de vida do flebótomo pode duras umas 6 semanas, mas depende muito das condições climáticas.

Cão com flebótomo


mosquitos

Mosquitos

Os mosquitos Aedes e Culex são duas espécies muito frequentes em algumas regiões de Portugal devido às condições climatéricas.

O ciclo de vida completo pode durar apenas 15 dias! Em 15 dias existirão adultos, já se terão alimentado (já terão picado), terão posto milhares de ovos, que evoluirão para larvas, pupas e de novo teremos muitos adultos dispostos a começar um novo ciclo.

Evitá-los é importante não só pelo incómodo que causam as suas picadas, mas também pelo perigo que existe de nos transmitirem doenças como a Dirofilariose, mais conhecida como a Doença do parasita do coração.

Ciclo do mosquito

Culex

● Quando são adultos, os mosquitos vivem em terra e são insetos voadores, mas as suas fases imaturas são aquáticos.

● Cada fêmea (Culex Pipiens) põe 100-200 ovos e a cada 2-3 dias deposita-os na superfície da água estagnada.

● Os ovos eclodem depois de 2 dias se as condições de temperatura e humidade forem favoráveis.

● Ao eclodir passam ao estado de larva (7-14 dias) e depois a pupa (2 dias).

● Os mosquitos adultos podem viver um máximo de 20 dias. As fêmeas alimentam-se umas 4 vezes na sua vida.

● Os machos alimentam-se com néctar de plantas e as fêmeas com sangue porque é necessário para a produção de ovos.

Aedes aegypti

● Cada fêmea (Aedes aegypti) pode pôr até 500 ovos. O número de ovos está relacionado com a quantidade de sangue ingerida.

● Os ovos são depositados sobre a água e eclodem uma vez que entram dentro da água e se estão à temperatura adequada.

● Eclodem e convertem-se em larvas de 2 dias a uma semana, apesar de poderem sobreviver à ausência de humidade durante mais de 1 ano.

● As larvas mudam 4 vezes em poucos dias. Precisam de uma temperatura de mais de 10ºC para sobreviver.

● As fêmeas adultas podem chegar a sobreviver até 50 dias.

● O ciclo de vida completo pode realizar-se entre 2 semanas e 1 mês, mas os ovos podem resistir meses.



mosca do estábulo

Moscas do estábulo

As moscas do estábulo são parasitas do gado e dos nossos animais de estimação muito propagados por todo o mundo. Vivem tanto no campo como em zonas perto das cidades. A sua presença aumenta na primavera e verão, mas podem existir moscas adultas durante todo o ano, sobretudo em lugares com clima intermédio.

Destacam-se pelas suas picadas dolorosas.

Ciclo da mosca do estábulo

● Um adulto vive entre 10 a 30 dias. Pode chegar a voar até 5km para procurar alimento. Detetam os seus objetivos tanto pela visão como pelo olfato.

● Tanto o macho como a fêmea necessitam ingerir sangue para se reproduzir. As fêmeas costumam alimentar-se 3 vezes antes de começar a pôr os ovos. Cada ingestão de sangue pode durar até 2 minutos!

● Cada fêmea põe entre 100 a 400 ovos de cada vez e antes de colocar novos ovos voltará a alimentar-se umas 3 a 4 vezes.

● Os ovos podem eclodir em 24 horas. As larvas que nascerem passarão por 3 estádios antes de se tornarem ninfas, que protegidas, poderão resistir todo o inverno.

● O ciclo completo pode durar menos de 12 dias se a temperaturas for de 30ºC, mas mais de 60 se a temperatura baixar para 15ºC.