Parasitas intestinais

Estes parasitas podem viver dentro do seu animal de estimação causando-lhe diferentes problemas. A prevenção é muito importante. Consulte o seu veterinário para fazer controlos periódicos. Com uma simples análise podem detetar-se os ovos que estes parasitas põem.

Como é que o meu gato se pode infetar?

Estes parasitas passam a vida a tentar chegar ao gato: alguns aproveitam quando o nosso gato caça roedores, outros entram através do ambiente contaminado com larvas, atravessando a pele ou quando o gato lava as patas que pisaram zonas contaminadas…

Saúde  gato

Parasitas intestinais

vermes redondos

Vermes redondos

Ancylostoma
Toxocara

vermes achatados

Vermes achatados

Dipylidium
Taenia
Echinococcus multilocularis



vermes redondos

Vermes redondos

Ancylostoma

Como se contagia o gato?

Se a fêmea tem parasitas, os gatinhos contagiam-se ao mamar. Outra via de entrada são os ambientes contaminados com larvas. As larvas infestantes podem passar do ambiente para o gato através da pele ou ingerem-nas ao lavarem-se.

Como afetam o gato?

Estas larvas podem ficar no intestino ou passar para os músculos. Quando estão no intestino, fixam-se nele com os seus dentes afiados…E colocarão ovos que irão com as fezes contaminar o ambiente.

Vermes redondos gato

Como posso detetá-los?

Nos animais podemos ver sinais de anemia muito rapidamente, em menos de 2 semanas. E pode provocar-lhes mesmo a morte.
O veterinário pode detetar os ovos destes parasitas nas fezes dos nossos animais de estimação.

Pode afetar os humanos?

Os humanos podem infetar-se acidentalmente ao andar descalços sobre o solo contaminados. As larvas atravessam a pele e migram pelos tecidos. As lesões provocam muita irritação e têm a forma serpenteante que as lavras deixaram no seu caminho.



Toxocara

Como se contagia o gato?

O gato pode contagiar-se ao ingerir ovos preparados para infetar. Estes ovos estão nas fezes dos gatos doentes… mas não nas fezes recentemente eliminadas (neste caso não podem infetar) já que têm que ter passado 3 ou 4 semanas para que sejam capazes de produzir a doença.
Outra forma de contaminar-se é ao caçar roedores contaminados já com as larvas.
Se uma gata fica infetada no final da gestação, pode transmitir a doença aos filhotes através do leite..

Como afetam o gato?

Os parasitas tornar-se-ão adultos e viverão no intestino do gato.
E quando os toxocara amadureçam sexualmente porão ovos que voltarão a contaminar o ambiente.

Como posso detetá-los?

Nos gatinhos podemos ver o abdómen distendido, apesar de estarem magros e débeis.
Nos gatos adultos com muitos parasitas, podemos chegar a vê-los no vómito.
De todas as formas, às vezes, os sinais clínicos não são tão claros nem tão graves, por isso é importante a desparasitação de forma rotineira.

Pode afetar os humanos?

Sim, pode afetar os humanos.
Supõe um perigo importante sobretudo para as crianças que brincam nos parques.
Se, de forma acidental, ao levar as mãos à boca, depois de brincar com a areia, ingerem os ovos, estes deixarão eclodir as larvas que podem provocar três tipos de síndromes:

toxocara

Larva migrans visceral   Larva migrans ocular   Larva migrans neurológica



vermes achatados

Vermes achatados

Dipylidium

Como se contagia o gato?

O gato contagia-se ao ingerir as pulgas que o parasitam.
Devemos recordar que as pulgas podem alojar-se no nosso gato apesar do seu estilo de vida ser não sair à rua.
As pulgas adultas ou em forma de ovos podem chegar com a nossa roupa, carteiras, sapatos e com outros gatos que visitam os nossos jardins ou terraços e inclusive com os pássaros.
Temos que fazer uma boa desparasitação contra estes parasitas internos, se virmos pulgas no nosso gato.

Como afetam o gato?

No intestino delgado do gato, o Dipylidium converte-se em adulto e liberta “proglotes” que fazem com que o gato tenha comichão no ânus e se esfregue no chão…assim chegam estas formas imaturas ao ambiente.
Têm um ciclo muito complexo, o que faz com que necessitem passar pelas pulgas (que infetam quando são larvas e vivem no chão) para voltar a contaminar os gatos.
Quando um gatinho está muito doente podemos ver que tem problemas para crescer, diarreia, prisão de ventre… Inclusive, pode chegar a ter convulsões, que nos fazem pensar em ataques de epilepsia.

Como posso detetá-los?

Em alguns gatos, o problema pode passar despercebido.
Nas fezes do gato podemos ver segmentos deste parasita (idênticos a grãos de arroz) que contêm os ovos.
Quando estes segmentos chegam ao ânus podem provocar comichões e o animal arrasta-se para se coçar.
E em infeções massivas podemos detetar os sinais clínicos: diarreias, prisão de ventre, atrasos no crescimento… e inclusive as convulsões.

Pode afetar os humanos?

Sim, os humanos podem ser contagiados ao ingerir as pulgas acidentalmente.
Os sintomas seriam fundamentalmente digestivos: diarreia, dor abdominal, mau estar, etc.

gatos vermes achatados




Taenia

Como se contagia o gato?

Os gatos contaminam-se ao ingerir ratos infetados ou carne crua que esteja contaminada.

Como afetam o gato?

A larva infestante fixa-se na parede do intestino do gato.
A forma adulta vive no intestino delgado e pode chegar a medir mais de 1 metro de comprimento. Quando madura, liberta com as fezes os segmentos finais, que contaminam o ambiente.
Os ovos de Taenia passam para o solo através das fezes e infetarão os ratos, coelhos ou ruminantes.
As fases intermédias pelas quais a Taenia passa até se converter em adulto (cisticerco, estrobilocerco, cenuro) vão lesionar diferentes órgãos… pelo que os sinais vão ser muito variados, segundo o órgão que afetem.

Como posso detetá-los?

Os sintomas vão depender dos órgãos que afete.

Pode afetar os humanos?

Não. As espécies que parasitam os nossos gatos não afetam o homem.



Echinococcus multilocularis

Como se contagia o gato?

O gato fica infetado ao ingerir algum rato, ou outro roedor, que são os hospedeiros intermediários pelos quais tem que passar este parasita para completar o seu ciclo de vida.

Como afetam o gato?

O gato não é normalmente um bom hospedeiro; mas se suspeitamos que pode estar parasitado é importante trata-lo, já que este parasita pode causar sérios problemas ao homem.

Como posso detetá-los?

Os sintomas não costumam ser muito evidentes.
É importante visitar o veterinário porque é possível detetar os ovos nas fezes.

Pode afetar os humanos?

Sim. Nos humanos é uma doença muito grave, que pode chegar a ser mortal.



aprasitas do coração

Parasitas do coração

Dirofilaria

Como se contagia o gato?

São uns parasitas redondos (filárias) que vivem no coração e se transmitem através da picada de um mosquito. As larvas do parasita saem do mosquito e entram pela ferida que acabou de deixar ao picar.

As larvas vão passando por diferentes tecidos do gato, vão evoluindo e crescendo. Esta fase pode durar uns 2 meses. Em seguida, chegam ao sangue e depois finalmente ao coração, podendo durar esta fase entre 4 a 6 meses.
Os adultos vivem no coração e aproximadamente 7 meses depois da picada do mosquito reproduzem-se dando lugar às microfilárias que passarão à circulação sanguínea… donde outros mosquitos as apanham ao picar.
Dentro do mosquito também precisam de evoluir desde larva 1 a larva 3 infetante. Assim, desde que pica e se infecta até que possa transmitir a doença com a sua picada, podem passar entre 10 a 14 dias.

Como afetam o gato?

A Dirofilariose felina apresenta sinais respiratórios relacionados com a migração das larvas e a sua chegada aos pulmões. Costuma acontecer após 3 a 4 meses da picada do mosquito. Os sintomas são parecidos aos de uma bronquite ou de asma: tosse intermitente, aumento da frequência respiratória, esforço para respirar, emagrecimento, entre outros. Se existem adultos no coração, pode apresentar sintomas relacionados com problemas cardíacos. Os tratamentos para eliminar os adultos que vivem no coração devem-se realizar com cirurgia. Portanto, o melhor é proteger o gato com produtos que possam eliminar as larvas antes que cheguem a provocar tantos problemas.

gatos vermes coração

Como posso detetá-los?

Nos gatos os sinais costumam ser respiratórios: dificuldade em respirar.
O problema que causam é realmente grave e podem levar à morte do gato mesmo que a quantidade de parasitas seja pequena.

Pode afetar os humanos?

Os mosquitos também podem picar as pessoas e transmitir-lhes dirofilárias. No nosso caso, as filárias viajam até aos pulmões e ali formam “granulomas parasitários”.